30 de outubro de 2009

Podes beijar-me de olhos abertos mas abraça-me de olhos fechados

19 comentários:

Lina disse...

Há um tempo atrás alguém me disse: já reparaste que nos melhores momentos da vida fechamos os olhos?

Na altura pensei...nãaaa...
Mas agora acho cada vez mais que é verdade...

CarMG disse...

de que outra maneira deixarias registado nos recantos importantes da memória os melhores momentos da vida? só através do click fotográfico palpebral... tshick... registado ;)

Lina disse...

Mesmo. :)

ZapporssoN_81 disse...

Não sei se não será mais difícil fingir um verdadeiro abraço...

ZapporssoN_81 disse...

Musica ambiente?
Brutal... Muito bom este ambiente chill..

Maçã e Canela disse...

Eu bem disse..o abraço, aquele abraço não é? Voltamos a conversa do outro dia*

CarMG disse...

Zap... sim, um verdadeira abraco eu acho que é difícil de fingir... um beijo pode ser uma coisa mecanica, um abraco é físico, íntimo, pessoal, intenso quando sentido. E muito, muito, mas muito saboroso... apetitoso... ai...

CarMG disse...

MC, este post foi escrito exactamente por causa da conversa "do outro dia", nao resisti... na realidade, nao me saiu da cabeca ;)

ZapporssoN_81 disse...

Tenho saudades de um beijo feito abraço...

CarMG disse...

de um abraÇo beijado?
de um beijo abraÇado?
de dois braços a abraçar um beijo?
de quatro beijos a beijar um abraço?
ou apenas de um beijo que nao larga o abraço?

ZapporssoN_81 disse...

De um beijo feito beijo, mesmo que não de abraço... já nem pedia mais

Maçã e Canela disse...

Por acaso, nem a mim.
Quanto ao beijo, sabe bem aquele dançar de lábios, seja um beijo feito de abraço ou um beijo feito beijo.
tambem acho que não pedia mais;)

CarMG disse...

Conclusao: tanta conversa e no final o que falta é um verdadeiro beijo? Un bacci :) é só mesmo isso que vos consigo arranjar... un bacci de chocolate :)

Maçã e Canela disse...

Eu aceito;) Chocolate com amêndoas e passas:P*

CarMG disse...

sai um chocolate com amêndoas e passas e outro de culinária, negro :)

Anónimo disse...

muitas vezes temos esse beijo e esse abraço... mas somos tão egoistas que nem nos apercebemos que aconteceram... esses beijos tão especiais e abraços feitos beijos têm que ser vividos a dois para conseguirem ser gravados na alma... e cada um entregá-la, a ela, à alma, de mente aberta...

CarMG disse...

sim, concordo... o egoismo leva-nos a ignorar muitas coisas importantes que acabamos por só valorizar quando as perdemos, é sempre assim... porque será?
e nao sao apenas os beijos e os abraços...
outras vezes, temos mesmo que os perder para os saberos valorizar... faz parte do processo, da aprendizagem, do amadurecimento...
mas... quando valorizamos... abraços de olhos fechados, please :)

I disse...

Fico a pensar que ver so atrapalha. Isto é, o corpo nao se pode concentrar num so sentido. Quando se ve divide-se o que se sente com o peito, o que se ouve e o que se cheira. Ao fechar os olhos e ao suster a respiraçao, por exemplo, concentro-me na temperatura ou na textura...Nao achas?

CarMG disse...

Seria irreflectido ignorar qualquer sentido que seja, pois todos eles, na sua conjugação, fazem magia...
Eu, quando fecho os olhos, concentro-me no cheiro... mas no fundo, talvez siga a temperatura e a textura...