14 de julho de 2010

saudade... presa com fio de pesca e nó de marinheiro... verdade...

6 comentários:

Maçã e Canela disse...

saudade é o ar, que vou sugando e aceitando.

CarMG disse...

Como o ar que respiro...

I disse...

Das que resistem portanto...

CarMG disse...

... das que resistem, enquanto...
presas num nó de marinheiro,
não se desfazem, só desfazem...
a verdade, portanto...
...enrolada em fio de pesca...
por enquanto ...

ou, talvez, nem tanto!

:)

I disse...

E assim fizeste um poema!! :-)

CarMG disse...

Ops... foi sem querer, distraí-me!

;)